Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

São Paulo Fashion Week movimenta a moda e deve injetar R$ 8,5 milhões

De 25 a 28 de maio, o São Paulo Fashion Week, o maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina, deve injetar R$ 8,5 milhões na economia paulista apenas com gastos de turistas de fora de São Paulo.

Nesta temporada, 7 marcas estão desfilando pela primeira vez. Especialistas do setor destacam que o SPFW vai além de ser uma oportunidade de abordar temas como sustentabilidade e questões sociais na moda, o evento também movimenta a cidade e impulsiona a economia local.

Cada visitante deve gastar, em média, R$ 2.397 na cidade, com hospedagem, alimentação, lazer e outros serviços. A expectativa é de que a movimentação financeira desta edição ultrapasse a última realizada antes da pandemia, em 2019, quando 8,9% dos participantes eram turistas, de acordo com dados divulgados da São Paulo Turismo (SPTuris) empresa que administra os eventos da cidade.

Publicidade

A empresa afirma que as agências de turismo e os hotéis aproveitam a temporada da moda e criam pacotes especiais. Assim, toda a cadeira produtiva é movimentada, com empregos e geração de renda, além do lucro do próprio evento. Conforme o Observatório do Turismo e Eventos da Prefeitura de São Paulo, o número de pessoas na capital vem aumentando, com uma média de 61,47% de ocupação.

A semana de moda acaba neste domingo (28/05). São 42 desfiles, sendo 31 presenciais e 11 na amostra fashion films. Os desfiles são realizados em diferentes locais de São Paulo, sendo a maioria no Komplexo Tempo, na zona Leste da cidade. Desta vez, o tema é “quem somos e o que nos une como coletivo humano criativo”.

Os organizadores afirmam que o evento não é apenas para divulgar o trabalho dos criadores brasileiros, mas para fomentar a produção nacional, organizar a indústria, apresentar tendência e potencializar novos negócios no setor.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado