Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Felipe Massa impedido de ir ao GP da Itália

(Foto: Divulgação / Site Oficial da Ferrari)

A controvérsia jurídica envolvendo Felipe Massa e a Fórmula 1 atingiu novos patamares. O ex-piloto brasileiro, que inicialmente planejava marcar presença no GP da Itália em Monza este fim de semana, teve de alterar seus planos. Conforme revelado por fontes ligadas ao staff de Massa e apurado pelo Motorsport.com, houve uma solicitação direta da própria Fórmula 1 para que Massa não estivesse no autódromo.

Esta seria a primeira aparição de Massa no paddock desde que se iniciou a judicialização do resultado da temporada 2008 da F1. A polêmica ganhou força após declarações impactantes de Bernie Ecclestone em março deste ano. O ex-líder da F1 afirmou que ele, juntamente com o ex-presidente da FIA, Max Mosley, estavam cientes de uma suposta manipulação no GP de Singapura, mas decidiram não intervir.

A disputa de Felipe Massa pelo reconhecimento do resultado de 2008 agora afeta diretamente os eventos da categoria. Recentemente, um fã-clube da Ferrari exibiu uma faixa em apoio ao piloto brasileiro no Autódromo de Monza. Em resposta, os organizadores da Fórmula 1 rapidamente solicitaram a remoção do banner. Além desta medida, a entidade também pediu que Massa, que planejava comparecer como embaixador e devido à sua ligação íntima com a equipe italiana, não estivesse presente no GP da Itália.

Publicidade

A situação atual levanta questões sobre a transparência e os procedimentos da Fórmula 1, especialmente em relação aos episódios passados e ao tratamento dispensado aos pilotos e equipes envolvidos.”

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado