Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

3G Capital planeja nova aquisição bilionária

Nova aquisição da 3G Capital. (Imagem: Valéria Gonçales/Estadão Conteúdo/AE)
Nova aquisição da 3G Capital. (Imagem: Valéria Gonçales/Estadão Conteúdo/AE)

A 3G Capital, conhecida por suas aquisições estratégicas lideradas por Jorge Paulo Lemann e seus sócios, está se preparando para expandir seu portfólio com uma nova compra bilionária. Esta informação, inicialmente reportada pelo site Axios e confirmada por fontes próximas à gestora, aponta que a 3G está analisando oportunidades em setores além do seu tradicional foco no varejo de consumo.

Estratégia de investimento da 3G Capital

Diferentemente de outras gestoras que arrecadam fundos antes de procurar negócios, a 3G Capital é conhecida por captar recursos especificamente para aquisições planejadas. Este método permite que a gestora direcione fundos de forma mais estratégica e focada, garantindo investimentos mais alinhados com seus objetivos de longo prazo.

Histórico de investimentos

O último grande negócio da 3G ocorreu no fim de 2021, quando adquiriu 75% da Hunter Douglas por US$ 7,1 bilhões. Este investimento seguiu a estratégia da 3G de transformar empresas de vários setores. Ademais, a gestora recentemente vendeu sua participação na Kraft Heinz, marcando o fim de uma era de investimentos no setor de alimentos.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Leia também:

Jorge Paulo Lemann: cinco dicas para os empreendedores

Planos e potenciais setores

Enquanto a 3G Capital não revelou detalhes específicos sobre o setor ou a empresa alvo de sua próxima aquisição, fontes indicam que a gestora está aberta a explorar negócios de diferentes tamanhos e em variados mercados, tanto nos Estados Unidos quanto internacionalmente. Esta flexibilidade sugere um potencial de diversificação em seu portfólio de investimentos.

Implicações da nova aquisição

Se confirmada, a nova aquisição da 3G Capital não só solidificará a posição da empresa como uma das principais gestoras de private equity global, mas também poderá definir novos rumos em termos de diversificação de mercado e expansão internacional. A 3G já demonstrou que não tem pressa em seus investimentos, escolhendo cuidadosamente cada movimento para maximizar o retorno sobre o capital investido.

Comentário da 3G sobre o mercado

Em uma rara entrevista, Alexandre Behring, um dos principais sócios da 3G, destacou a abordagem meticulosa da gestora ao investir, discutindo o sucesso da compra do Burger King e admitindo desafios com a Kraft: nesse sentido, Behring reconheceu que a gestora não ganhou dinheiro com a Kraft, uma aquisição que levantou diversas controvérsias ao longo dos anos e da qual a 3G saiu sem fazer alarde no fim de 2023. Além disso, o empresário exemplificou o compromisso da 3G em aprender com cada investimento para melhorar estratégias futuras.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado