Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Viagens: demandas se igualam a “pré-pandemia”

Foto: pexels

Em todo o mundo a indústria de viagens aéreas está se recuperando com a demanda de passageiros se aproximando rapidamente dos níveis pré-crise sanitária de 2020. Segundo o mais recente relatório da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), publicado em junho, a demanda consolidada já atingiu impressionantes 94,2% dos níveis pré-crise.

Uma das principais áreas de recuperação tem sido as operações domésticas. No primeiro semestre deste ano, os voos nacionais registraram um aumento notável de 33% em relação ao ano anterior. Este é um indicador de que as pessoas estão recuperando a confiança para viajar internamente, impulsionando a economia e a conectividade dentro de seus próprios países.

Com base na capacidade do mês de agosto, é possível notar que as dez rotas aéreas mais movimentadas são predominantemente domésticas. Surpreendentemente, 80% dessas rotas estão localizadas na Ásia, demonstrando a resiliência e o desejo de viajar nesta região. Uma rota que ganhou destaque é aquela que liga a ilha sul-coreana de Jeju ao aeroporto de Gimpo, em Seul, que continua liderando o ranking.

Publicidade

Segundo dados da Official Aviation Guide (OAG), uma provedora britânica de dados de viagens, a rota entre Jeju e Gimpo manteve sua posição como a mais movimentada, com uma oferta de 1.100.359 assentos em agosto. Em segundo lugar, temos a rota entre Sapporo e Tóquio Haneda, no Japão, com 1.076.317 assentos oferecidos, seguida pela rota entre Hanoi e Ho Chi Minh City, no Vietnã, com 977.591 assentos.

Entre as dez rotas mais movimentadas, observamos uma diversidade de destinos, com representação de países como Japão, China, Coreia do Sul, Vietnã, Arábia Saudita, Índia e Austrália. Essa diversidade reflete a variedade de culturas e destinos que os viajantes têm explorado após os desafios impostos pela pandemia.

Enquanto as rotas domésticas lideram em termos de volume, as rotas internacionais também estão se recuperando. A rota entre Hong Kong, na China, e Taipei, em Taiwan, lidera o ranking, com 426.170 assentos oferecidos em agosto. Isso demonstra que as fronteiras internacionais estão gradualmente reabrindo, permitindo que as pessoas retomem suas viagens internacionais.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado