Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Economia do Cuidado: um olhar especial para a população idosa

Economia do Cuidado: Um olhar especial para a população idosa
(Foto: Divulgação/Senac)

Os idosos desempenham papel crucial como guardiões de memórias, detentores de sabedoria e pilares afetivos de suas famílias. Contudo, a transição demográfica em curso coloca desafios significativos à chamada Economia do Cuidado à medida que essa população aumenta. Com tais mudanças iminentes, um mercado cujo potencial tem crescido é aquele voltado para os cuidados com a pessoa idosa.

Para que se tenha uma ideia desse acréscimo vertiginoso, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que em cerca de três décadas a população dessa faixa etária se tornará tão volumosa quanto a infantil no mundo. A projeção pode ser corroborada com o aumento dessa população registrado de 2012 a 2021, que foi de 39.8%, conforme o último Censo Demográfico do País. 

Como consequência, acaba aumentando a demanda por profissionais em setores relacionados ao cuidado, como saúde, assistência social e tecnologia assistiva, impulsionando o crescimento econômico enquanto proporciona um serviço essencial à sociedade. Assim, profissões como a de enfermeiro e de cuidador de idoso estão entre as que mais cresceram em demanda nos últimos anos. 

conteúdo patrocinado

Um exemplo, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, está no panorama dos serviços de cuidador de idoso, que em apenas uma década – de 2007 a 2017 – registrou crescimento de 547% no número de pessoas assumindo essa função. 

“Com o avanço da Medicina e uma melhoria contínua na saúde, a expectativa de vida também vai se prolongando. Assim, tornam-se cada vez mais necessárias essas ocupações (de cuidador e técnico em enfermagem). Seja para dar medicamentos, auxiliar no banho, consultas médicas, pois muitas dessas pessoas idosas têm dificuldade de mobilidade, até acompanhamento numa compra, uma ajuda na gestão financeira, enfim. E esse profissional vai precisar estar qualificado para isso”, comenta o gerente da unidade Centro do Senac Ceará, Wagner Forte.

Cursos no Senac

Referência em educação profissional e sempre atento às demandas do mercado de trabalho, o Senac Ceará oferece os seguintes cursos voltados para a área de saúde:

Cuidador de Idoso: O cuidador tem como atribuição os cuidados com o bem estar da pessoa idosa, tratando de fatores como higiene, conforto, entretenimento, alimentação, mobilidade e saúde, de modo a zelar por sua integridade física, emocional e social. Ele atua ainda na inclusão e na relação entre as pessoas dessa faixa etária, seus familiares e os integrantes de equipes de saúde. Curso de 160 horas/aula.

Um profissional qualificado para essa tarefa pode trabalhar em residências, meios de hospedagem, spas, clubes, residências terapêuticas, centros de acolhida especial para idosos (residência temporária, casa-lar, república), instituições de longa permanência para idosos (ILPI), clínicas geriátricas e hospitais, entre outros.

Técnico em Enfermagem: O profissional do curso, que tem carga horária de 1.800 horas/aula, é capacitado para oferecer suporte a pessoas e comunidades, participando ativamente na educação, promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde ao longo de todas as fases da vida. Ele atua em uma variedade de ambientes de saúde, adaptando-se às diferentes necessidades e condições dos pacientes.

Para quem deseja se qualificar para a função de Cuidador de Idoso, ainda há vagas nas unidades Centro (em Fortaleza) e Juazeiro do Norte do Senac. Já o curso de Técnico em Enfermagem ainda está com matrículas abertas no Senac Centro (Fortaleza). Os requisitos são: estar cursando, no mínimo, o 2º Ano do Ensino Médio e idade mínima de 18 anos, para o de Cuidador de Idoso; e Ensino Fundamental completo e 17 anos, para o de Técnico em Enfermagem. 

Mais informações sobre os cursos: 

Senac Centro
(85) 3270-5496

Senac Juazeiro
(88) 3586-8960

Acesse: https://cursos.ce.senac.br/ 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado