Endividamento familiar no Brasil diminui em novembro

Imagem: Freepik

Em novembro, o Brasil viu uma redução do endividamento familiar, um reflexo positivo das melhorias econômicas e do mercado de trabalho. Cerca de 76,6% das famílias brasileiras ainda possuem dívidas a vencer, mas esta marca representa uma queda de 0,5% em comparação ao mês anterior.

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) da CNC, esta diminuição no número de famílias endividadas é um sinal positivo da economia. José Roberto Tadros, presidente da CNC, atribui este fenômeno à melhora nas condições econômicas e ao mercado de trabalho, especialmente com as contratações de fim de ano. “Menos pessoas estão recorrendo ao crédito, pois estão conseguindo arcar com as dívidas correntes”, detalha.

Além disso, houve uma queda nos índices de inadimplência, alcançando o menor patamar desde junho de 2022, com 29% das famílias admitindo atrasos no pagamento de dívidas. Felipe Tavares, economista-chefe da CNC, destaca a eficácia de programas como o Desenrola na redução da inadimplência.

Um dado preocupante, no entanto, é o aumento de endividamento na faixa de renda média (5-10 salários mínimos), retomando os níveis de novembro de 2022. Apesar de uma percepção de baixo endividamento, o atraso nas dívidas nesta faixa de renda é o mais alto já registrado.

Os consumidores de baixa renda (0-3 salários mínimos) são os mais afetados, com a maior porcentagem de dívidas em atraso e dificuldades de pagamento, comprometendo uma parcela significativa de sua renda.

O cartão de crédito continua sendo o principal meio de endividamento, seguido pelo crédito consignado e financiamento imobiliário. Em termos de gênero, as mulheres apresentam uma maior queda no endividamento comparado aos homens, mas ainda assim, permanecem mais endividadas.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado