Sudene aprova novos parques solares no Ceará com R$ 123,9 mi

Foto: Divulgação Sudene

A Diretoria Colegiada da Sudene aprovou um financiamento de R$ 123,9 milhões, através do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), para a implantação de dois parques solares fotovoltaicos do grupo Qair International em Icó, Ceará. Estes parques, parte do Complexo Solar de Bom Jardim, representam um investimento total de R$ 383,3 milhões, evidenciando o compromisso da região com a energia renovável.

Danilo Cabral, superintendente da Sudene, ressaltou a importância do FDNE como um instrumento vital para atrair investimentos e melhorar a infraestrutura na região. Ele destacou que 83% da energia renovável do Brasil é produzida no Nordeste, com a Sudene desempenhando um papel crucial no financiamento de projetos de energia solar fotovoltaica e eólica.

Além do impacto ambiental positivo, o Complexo Fotovoltaico Bom Jardim criará 700 empregos diretos durante sua fase de implantação, além de 100 empregos indiretos em diversos setores. O diretor de Gestão de Fundos e Incentivos Fiscais da Sudene, Heitor Freire, destacou a interligação do complexo com o Porto de Pecém e sua contribuição para futuros projetos de hidrogênio verde.

Os parques da Bom Jardim Energia Solar, com uma capacidade instalada total de 59,6 MWp, receberão cerca de 32% do seu investimento através do financiamento do FDNE. O Banco do Nordeste atuará como agente operador deste financiamento.

O FDNE tem um orçamento de R$ 1,5 bilhão para operações em 2023, destinado a investimentos em infraestrutura e desenvolvimento produtivo nos 11 estados sob a jurisdição da Sudene.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado