Lucro do Bradesco cresce no 4T23, mas decepciona projeções

(Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (7), o Bradesco revelou seus resultados financeiros para o quarto trimestre de 2023, reportando um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões. Este número representa um crescimento de 80,4% em comparação ao mesmo período do ano anterior, marcando um desempenho robusto da instituição.

Comparativo Anual e Trimestral

O lucro do quarto trimestre de 2022 havia sido impactado por uma provisão significativa devido à exposição da instituição à Americanas, que entrou em recuperação judicial no início do ano passado. Apesar do crescimento anual, o resultado do 4T23 ficou 37,7% abaixo do terceiro trimestre do ano anterior, indicando uma desaceleração em relação aos trimestres precedentes.

Expectativas do Mercado

As projeções compiladas pela LSEG indicavam um lucro esperado de R$ 4,57 bilhões para o período, sugerindo que o desempenho do banco ficou bem aquém das expectativas dos analistas. Este descompasso entre o resultado reportado e as projeções destaca os desafios enfrentados pelo Bradesco no período.

Lucro Líquido Contábil e Anual

O lucro líquido contábil do banco foi de R$ 1,703 bilhão, um aumento de 18,5% em relação ao ano anterior. No entanto, observando o ano como um todo, o lucro líquido recorrente totalizou R$ 16,3 bilhões, marcando uma redução de 21,2% em comparação a 2022.

Gestão de Riscos e Provisões

Para mitigar riscos, o Bradesco adotou uma postura conservadora, limitando concessões de crédito em linhas consideradas mais arriscadas. Esta estratégia, embora prudente, influenciou a contração da margem financeira com clientes e o aumento das despesas com PDD (provisão para devedores duvidosos).

Retorno Sobre Patrimônio e Margem Financeira

O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido apresentou variação ao longo do ano, encerrando o último trimestre em 6,9%. A margem financeira total do banco também sofreu alterações, refletindo a complexidade do cenário econômico e as medidas adotadas pelo banco frente às incertezas do mercado.

Reação do Mercado

Às 13h51, as ações do banco apresentavam uma significativa desvalorização. Os títulos preferenciais do banco registravam uma queda de 15,42%, em resposta ao balanço divulgado com lucro do Bradesco no 4T23 que não atendeu às expectativas do mercado.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado