Pesquisar
Close this search box.

Nvidia revela faturamento de R$ 300 bilhões, um salto de 265%

Dell impulsiona Nvidia para valorização histórica de US$ 2 trilhões
(Foto: Divulgação/Nvidia).

A Nvidia, gigante no desenvolvimento de tecnologia para inteligência artificial (IA), anunciou nesta quarta-feira (21) uma receita impressionante para o último trimestre de 2023. O faturamento alcançou US$ 22,1 bilhões (aproximadamente R$ 108,9 bilhões), marcando um aumento de 265% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Este desempenho elevou a receita anual da empresa para US$ 60,9 bilhões (cerca de R$ 300,2 bilhões), ultrapassando a Microsoft, considerada a empresa de maior valor de mercado no mundo em 2023.

Desempenho financeiro excepcional

Este resultado superou as expectativas do mercado, que previa uma receita de US$ 20,55 bilhões (R$ 101,3 bilhões) para o último trimestre de 2023, segundo a Investing. A valorização das ações da Nvidia também refletiu esse sucesso, com um aumento expressivo desde o lançamento do ChatGPT pela OpenAI no final de 2022, que intensificou o interesse por IA.

O lucro por ação (LPA) da Nvidia, de US$ 5,16, excedeu as expectativas dos investidores, que aguardavam um valor de US$ 4,64. Além disso, a empresa anunciou a distribuição de dividendos de US$ 0,04 por ação em 27 de março.

Liderança no mercado de chips de IA

A Nvidia domina 80% do mercado de chips de IA de ponta, essenciais para o treinamento de modelos de inteligência artificial avançados. A escassez desses chips, em momentos do ano passado, evidenciou sua importância, com alguns sendo vendidos a mais de US$ 30 mil no varejo. Para atender à demanda crescente, a Nvidia investiu US$ 2 bilhões na expansão de uma planta na TSMC, uma fábrica taiwanesa de chips.

Foco em datacenters

O segmento de datacenters representou 83% da receita anunciada, destacando a estratégia da Nvidia de alugar sua capacidade computacional para empresas menores. Jensen Huang, CEO da Nvidia, ressaltou a importância da plataforma de datacenters, impulsionada pelo processamento e treinamento de dados.

Perspectivas e desafios regulatórios

Apesar dos resultados positivos, a Nvidia enfrenta desafios regulatórios, especialmente em relação às restrições de exportação para a China, um mercado essencial para a empresa. A Nvidia busca maneiras de contornar essas limitações desde 2022.

Para o primeiro trimestre fiscal de 2025, a Nvidia projeta uma receita de US$ 24 bilhões, superando as expectativas dos analistas. As ações da empresa continuam em alta, competindo com gigantes como Amazon e Alphabet pela posição entre as empresas mais valiosas da bolsa americana.

Este desempenho da Nvidia não apenas destaca seu papel central na evolução da inteligência artificial, mas também reafirma sua liderança no mercado de tecnologia, atraindo o interesse de investidores e consolidando sua posição estratégica no setor.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado