Pesquisar
Close this search box.

Suspensão da OPA da Cielo pela CVM

CIELO
(Imagem: divulgação/Cielo)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu o processo de registro da oferta pública de aquisição de ações (OPA) da Cielo (CIEL3). A decisão veio após a empresa receber pedidos de acionistas titulares de mais de 10% das ações para a convocação de uma Assembleia Especial.

O comunicado da suspensão foi divulgado pela Cielo na última sexta-feira (23), sendo precedido pelo anúncio, na quarta-feira (21), de que havia recebido pedidos para discutir uma possível reavaliação do valor das ações ordinárias da companhia.

A OPA, anunciada em 5 de fevereiro, tinha a participação da BB Elo, controlada do Banco do Brasil (BBAS3), e da Quixaba, controlada do Bradesco (BBDC4). Juntamente com o Grupo Elopar, planejavam uma oferta de ações ordinárias da Cielo. Portanto, resulta no fechamento de capital. Vale destacar que BB e Bradesco são os acionistas controladores da adquirente.

O objetivo da operação era a conversão do registro de companhia aberta na CVM, passando da categoria “A” para “B”. Além disso, os controladores planejavam solicitar à B3 a saída da empresa do Novo Mercado. É um segmento que impõe as mais altas exigências em termos de governança corporativa no mercado brasileiro.

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado