Pesquisar
Close this search box.

Lula assina projeto com regras para motoristas de app, confira

motoristas de app
(Foto: Tim Samuel/Pexels)

O debate sobre a regulamentação da profissão de motoristas de app no Brasil ganha um novo capítulo com a assinatura do presidente Lula a um Projeto de Lei que será enviado ao Congresso. Este movimento é uma resposta às crescentes discussões entre o governo, o STF e o Congresso Nacional sobre as condições de trabalho dos motoristas de aplicativos, que representam uma força de trabalho de mais de 1,5 milhão de pessoas, segundo o IBGE.

Este projeto de lei, uma novidade aguardada para segunda-feira, visa introduzir novas diretrizes para motoristas de app, estabelecendo uma estrutura mais flexível e garantindo direitos até então inexplorados, que poderão melhorar a dinâmica de trabalho neste setor.

Propostas governamentais para um novo cenário

Dentre as propostas, destaca-se a introdução da categoria “trabalhador autônomo por plataforma”, uma inovação que permitirá aos motoristas maior liberdade em definir seus horários sem a obrigatoriedade de vínculo exclusivo. Alguns pontos chave incluem:

  • Implementação de uma jornada de trabalho flexível de 8 a 12 horas diárias, ajustável por acordos coletivos.
  • Garantia de uma remuneração base acrescida de bonificações por corridas.
  • Fixação do valor da hora trabalhada em R$ 32,09.
  • Criação de um sindicato dedicado à categoria.

Julgamento decisivo no STF

Enquanto isso, o STF avança na análise de um processo que questiona a relação empregatícia entre os motoristas de app e as empresas de aplicativos. A recente decisão pela repercussão geral sublinha a importância deste julgamento, que determinará a aplicação uniforme do entendimento sobre este tema em todo o judiciário brasileiro.

Engajamento do congresso

O Congresso tem se mostrado proativo ao realizar audiências temáticas, buscando mediar o diálogo entre as partes interessadas. Esse esforço conjunto reflete o compromisso em alcançar uma regulamentação equilibrada que atenda tanto às necessidades dos motoristas quanto às das plataformas de serviço.

A proposta de regulamentação dos motoristas de apps promete estabelecer um marco na legislação trabalhista brasileira, visando a criação de um ambiente de trabalho mais justo e flexível. Com o avanço dessas discussões, espera-se que o resultado seja benéfico para todos os envolvidos, garantindo proteção e novas oportunidades para os motoristas de aplicativos no país.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado