Pesquisar
Close this search box.

Daniel Alves consegue liberdade provisória sob fiança de R$ 5,4 mi

Daniel Alves
( Foto: Reprodução/Instagram)

A Justiça da Espanha decidiu pela liberação provisória de Daniel Alves, ex-lateral da seleção brasileira, mediante o pagamento de uma fiança estipulada em 1 milhão de euros, equivalente a cerca de R$ 5,4 milhões. Condenado em primeira instância a 4 anos e meio de prisão por estupro, Daniel Alves agora poderá aguardar em liberdade a decisão final sobre o seu recurso contra a sentença.

Como parte das condições para sua liberação, Daniel Alves foi obrigado a entregar seus passaportes brasileiro e espanhol, com a proibição de deixar o território espanhol, além de ter de comparecer semanalmente ao Tribunal Provincial. Essas medidas visam assegurar que o ex-jogador permaneça à disposição da Justiça durante o processo.

A decisão de conceder a liberdade provisória ao atleta veio após a análise de um novo pedido por parte do Tribunal de Justiça da Espanha, que levou em consideração argumentos apresentados pelo próprio Daniel Alves e sua defesa. Durante a audiência, realizada via videoconferência, o jogador afirmou que não fugiria e que confiava no sistema judicial espanhol. Anteriormente, o jogador já teve outros pedidos de liberdade negados pela justiça.

Segundo informações de jornais La Vanguardia, El Periodico e Sport, todos da Espanha, Daniel Alves garantiu que ficará na Espanha até o fim do processo e reforçou que Barcelona é o seu local de residência. Sua advogada, por sua vez, sugeriu outras medidas alternativas à prisão, como a retirada do passaporte do ex-jogador.

A situação carcerária da Espanha, que está enfrentando uma crise, e o fato de Daniel Alves já ter cumprido um quarto de sua pena foram fatores que, segundo relatos, influenciaram a recente decisão do tribunal. Enquanto a defesa do jogador busca sua absolvição, o Ministério Público e os advogados da vítima apresentaram recursos solicitando a pena máxima de 12 anos.

Relembre o caso

O ex-jogador da seleção brasileira Daniel Alves foi sentenciado a 4 anos e 6 meses de prisão pelo Tribunal de Barcelona por “agressão sexual”, um crime que na Espanha é equivalente ao que é considerado o estupro no Brasil. O abuso envolve uma mulher de 23 anos que, segundo a corte, foi abusada por Alves no banheiro de uma discoteca em Barcelona na madrugada de 31 de dezembro de 2022.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado