Pesquisar
Close this search box.

Jovens norte-americanos apresentam melhores pontuações de crédito

Millenials e Geração Z apresentam boas pontuações de crédito nos EUA. (Foto: Andrea Piacquadio/Pexels)
Millenials e Geração Z apresentam boas pontuações de crédito nos EUA. (Foto: Andrea Piacquadio/Pexels)

Um novo estudo da Open Lending e TransUnion traz um sopro de otimismo para as gerações Y e Z dos Estados Unidos, mostrando que estas estão bem posicionadas para elevar suas pontuações de crédito. Este avanço contraria o sentimento da recessão voltada a esse grupo, refletindo uma luz positiva sobre o futuro financeiro dos jovens norte-americanos.

Potencial de crédito em ascensão

Apesar das dificuldades econômicas percebidas por muitos jovens, o relatório revela um cenário promissor: 30% dos consumidores da geração Y e Z com “arquivos finos” de crédito — isto é, históricos de crédito curtos ou inexistentes — subiram de nível de crédito em dois anos. Este índice supera os 22% observados em gerações mais velhas, como a geração X.

Incentivos para a melhoria das pontuações de crédito

O relatório sugere que a geração do milênio e a geração Z beneficiam-se do início de suas jornadas financeiras com menos dívidas e uma tela em branco para construir um bom crédito. “Quando lidam com seu primeiro cartão de crédito ou empréstimo de automóvel de forma responsável, pagando em dia, sua pontuação de crédito aumenta rapidamente”, explica Joseph Camberato, CEO da National Business Capital.

Diferenças geracionais

Enquanto as gerações mais jovens têm em média pontuações de crédito mais baixas — 690 para a geração Y e 680 para a geração Z —, elas estão mais próximas do que nunca de alcançar e até superar o padrão de “bom crédito”, definido acima de 700 pontos. A geração X e os baby boomers, por outro lado, enfrentam o desafio de gerenciar dívidas acumuladas, o que pode desacelerar o progresso de suas pontuações.

Estratégias para manter o bom crédito

Especialistas enfatizam a importância de manter hábitos financeiros saudáveis para assegurar a ascensão contínua no crédito. Pagar os cartões de crédito integralmente a cada mês e manter os gastos dentro da capacidade de pagamento são práticas cruciais para garantir que as gerações Y e Z continuem a ver melhorias em suas pontuações.

Impacto dos incentivos fiscais

Kevin Filan, da Open Lending, destaca que os jovens consumidores representam um segmento estratégico com imenso potencial de mobilidade de crédito ascendente. As instituições financeiras, ao abordar esses mutuários emergentes de forma inteligente, podem desbloquear oportunidades de empréstimos de alto rendimento e fidelidade de longo prazo.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado