Pesquisar
Close this search box.

Gol tem prejuízo de R$ 1,097 bilhão no quarto trimestre de 2023

Gol
(Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Gol (GOLL4) divulgou hoje (28) o desempenho financeiro do último trimestre de 2023, revelando um prejuízo líquido de R$ 1,097 bilhão. O valor representa uma reversão em relação ao lucro de R$ 230,9 milhões registrado no mesmo período de 2022.

No 4º trimestre de 2023, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) recorrente alcançou R$ 1,615 bilhão, indicando um aumento de 38,3% em comparação ao 4T22. O crescimento foi impulsionado, em parte, pela redução de 23% no custo com combustível de aviação, um aumento de 9,2% no indicador de preços de passagens yield, chegando a 52,61 centavos de real, e uma taxa de câmbio mais favorável.

A margem Ebitda recorrente atingiu 32,0% da receita no último trimestre de 2023, ou seja, um acréscimo de 7,3 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior. A receita líquida também registrou um aumento, totalizando R$ 5,042 bilhões. O valor representa um crescimento de 6,7% em comparação com o mesmo período de 2022.

O EBIT recorrente do 4T23 foi de R$ 1,180 bilhão, resultando em uma margem operacional de 23,4%. Em termos de desempenho por assento-quilômetro disponível, o EBIT atingiu 11,0 centavos (R$).

No que diz respeito aos custos operacionais, o CASK no 4T23 foi de 35,99 centavos (R$), uma ligeira redução de 0,1% em relação ao 4T22, principalmente devido à diminuição nos gastos com combustível. No entanto, o custo unitário, excluindo combustível e operações de aeronaves cargueiras, apresentou um aumento de 13,8%.

Atividades operacionais 

As atividades operacionais geraram aproximadamente R$ 25 milhões no 4T23. Quanto à situação financeira, o caixa total da Gol (incluindo caixa, equivalentes de caixa e aplicações financeiras) atingiu R$ 782 milhões, um aumento de 32,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em 31 de dezembro de 2023, a dívida líquida da empresa era de R$ 18,557 bilhões, representando uma redução de 14,8% em comparação com o mesmo período de 2022. O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 3,7 vezes em dezembro de 2023, indicando uma queda de 3,9 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano anterior.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado