Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Café conilon brasileiro cresce no maior produtor, Ásia

Café conilon brasileiro cresce no maior produtor, Ásia
(Foto: Hélio Filho/Secom Gov ES).

O cenário global de café robusta tem enfrentado a escassez de chuvas impactando fortemente as lavouras no Vietnã e na Indonésia, líderes na produção desta variedade. Esta situação resultou em uma demanda crescente pelo café conilon brasileiro, que viu um aumento expressivo em suas exportações para esses países, marcando um crescimento de até 415% em comparação com o ano anterior.

Vietnã e Indonésia recorreram ao conilon brasileiro para suprir suas necessidades internas, dado o declínio na produção local. O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) relatou que, nos primeiros dois meses de 2024, a Indonésia importou 36,7 mil sacas de conilon do Brasil, um aumento de 415% em relação ao mesmo período de 2023. Já os embarques ao Vietnã subiram 26%, atingindo 17,6 mil sacas.

Este aumento nas exportações impulsionou os preços do conilon no mercado interno brasileiro, alcançando valores históricos. O preço da saca de 60 quilos chegou a R$ 1.024,70 no Espírito Santo, estado líder na produção nacional do grão, conforme dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

conteúdo patrocinado

Antônio Pancieri Neto, especialista da Clonal Corretora de Café, atribuiu a alta nos preços à demanda aquecida e à oferta limitada. “Com o Vietnã fora do mercado, o Brasil está sendo procurado para abastecer os compradores”, explicou. Os problemas climáticos que afetam o Espírito Santo também contribuem para a valorização do conilon, apesar de o café brasileiro manter sua competitividade no mercado internacional.

A situação foi exacerbada pelas restrições logísticas causadas por ataques no Mar Vermelho, afetando a rota do café para a Europa. Os reflexos disso são sentidos também no mercado internacional, com a bolsa de Londres, referência para as negociações de robusta, registrando alta de 3,79% para os contratos mais líquidos.

Operadores de mercado no Vietnã relatam que, apesar dos preços recordes, a disponibilidade limitada do grão tem restringido novas vendas. A Pine Consultoria, através de Vicente Zotti, indicou que os problemas climáticos podem resultar em uma quebra de safra nos principais países produtores de robusta.

Este cenário complexo abre novas oportunidades para o café conilon brasileiro no mercado global. Marcos Matos, presidente do Cecafé, expressou otimismo quanto ao futuro do Brasil como líder na produção de conilon, superando os produtores asiáticos. A demanda crescente na Indonésia, onde o consumo de café aumentou 4% ao ano na última década, reforça essa perspectiva, indicando uma expansão contínua para o café brasileiro nos mercados internacionais.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado