Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Experimento econômico custa bilhões ao BC da Turquia

Experimento econômico custa bilhões ao BC da Turquia
Banco Central da República da Turquia (Foto: Reprodução/Wikipédia).

O Banco Central da República da Turquia (CBRT) reportou uma perda de 818,2 bilhões de liras (aproximadamente US$ 25 bilhões) em 2023, conforme revelado por dados oficiais divulgados. Esta perda substancial decorre principalmente dos custos associados ao esquema de depósitos protegidos contra variação cambial (KKM).

Lançado no final de 2021, o KKM tinha como objetivo incentivar os cidadãos turcos a manterem suas economias em lira turca, compensando-os por eventuais perdas decorrentes da depreciação frente a moedas fortes. No entanto, a execução deste programa impactou profundamente as finanças do banco central, impedindo-o de distribuir lucros ao Tesouro Nacional em 2023. Segundo dados da Agência de Regulação e Supervisão Bancária (BDDK), até o final de março de 2023, os depósitos no esquema KKM totalizavam quase 2,29 trilhões de liras.

 

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

O ex-economista-chefe do CBRT, Hakan Kara, comentou sobre a situação na plataforma de mídia social X, mencionando que a perda reflete o “experimento econômico mais caro do mundo”. Declaração que demonstra a magnitude dos prejuízos enfrentados pelo banco.

Adicionalmente, o banco central começou a estimular a conversão de contas KKM para depósitos regulares em lira em agosto do último ano, como parte dos esforços para fortalecer a posição da moeda nacional no sistema bancário. Em 2022, o banco havia registrado um lucro de 72 bilhões de liras, e em 2021, um lucro de 57,5 bilhões de liras.

 

O economista Haluk Burumcekci, baseado em Istambul, destacou que o KKM foi um fator central para as perdas registradas. Uma análise mais completa será apresentada pelo governador Fatih Karahan durante a assembleia geral do Banco Central, agendada para 30 de abril em Ancara.

Enquanto isso, o cenário cambial para a lira turca continua desafiador. Em junho de 2023, a moeda depreciou quase 25%, caindo de 20,8 liras para 26 liras por dólar. A inflação também mostrou uma escalada preocupante, com o grupo de pesquisa ENAG reportando uma taxa anual superior a 127% em dezembro de 2023.

Diante desses desafios, o recém-nomeado chefe do Banco Central da República da Turquia, Fatih Karahan, afirmou em fevereiro que seu principal objetivo é controlar efetivamente a inflação. Simultaneamente, o Ministro das Finanças, Mehmet Simsek, prevê uma redução na inflação para 34% até o final do ano em curso.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado