Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Crescimento equilibrado do PIB em 2024, prevê CNI

CNI NOVA INDÚSTRIA BRASIL
(Foto: Divulgação/CNI).

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) prevê uma alta de 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2024, com setores da Construção e Transformação liderando o crescimento após quedas no ano anterior.

O PIB industrial espera-se que suba 2,1% este ano, conforme o Informe Conjuntural do primeiro trimestre. A Indústria da Construção deve crescer 2,0%, enquanto a Transformação espera-se que cresça 1,7%. Apesar de um crescimento robusto de 3,1% na Indústria Extrativa, ela não será tão central quanto em 2023.

Perspectivas Econômicas Favoráveis

Ricardo Alban, presidente da CNI, destaca a queda de inflação e juros, o aquecimento do mercado de trabalho e maior acesso ao crédito como motores econômicos desde o final de 2023.

conteúdo patrocinado

“A composição do crescimento esperado para 2024 é positiva e mais equilibrada”, ressalta Alban.

Juros e Inflação em Queda

A inflação deve continuar sua trajetória de desaceleração, fechando 2024 em 3,6%. O Banco Central, por sua vez, é projetado para cortar a Selic para 9,0% a.a. até o final do ano, mantendo uma política monetária contracionista, mas com intensidade reduzida comparada a 2023.

Impulsionando a Indústria da Construção

A regulamentação do programa Minha Casa, Minha Vida e o avanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deverão dar um novo ímpeto ao PIB da Construção, prevendo-se um aumento de 2,0% após uma queda de 0,5% no ano anterior.

Recuperação da Indústria de Transformação

Após dois anos de declínio, com queda de 1,3% em 2023, espera-se que o PIB da Indústria de Transformação cresça 1,7% em 2024, impulsionado pela maior demanda por produtos industriais e expansão do crédito.

Aumento nos Rendimentos Reais

O mercado de trabalho, que se manteve aquecido em 2023, continuará a impulsionar a economia no início de 2024. A CNI projeta um aumento de 4,0% na massa de rendimento real habitualmente recebida.

Concessões de Crédito em Expansão

Espera-se que as concessões de crédito aumentem 6,3% em 2024, impulsionadas pela redução da Selic e pelo aumento da massa de rendimentos reais, o que ajuda a reduzir a inadimplência e o comprometimento de renda das famílias.

Desafios para a Agropecuária

O setor agropecuário enfrentará desafios em 2024 com uma queda prevista de 4,0% no PIB, impactado negativamente pelo fenômeno El Niño, que tem afetado as safras de culturas importantes como soja e milho.

Equilíbrio entre Consumo e Investimentos

Com um cenário de crédito mais favorável e novos programas de incentivo, espera-se que o consumo das famílias e os investimentos apresentem alta, com o consumo aumentando 2,5% e a formação bruta de capital fixo crescendo 2,8% em 2024.

Informe Conjuntural da CNI

O Informe Conjuntural é elaborado trimestralmente pelos economistas da CNI, abordando a análise da atividade econômica e fazendo projeções para o ano corrente, incluindo emprego, renda, inflação, juros, crédito, política fiscal e setor externo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado