Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

ENB no Web Summit 2024: futuro do bitcoin e outros destaques

Web Summit 2024 debate futuro do bitcoin. (Foto: Divulgação/Freepik)
Web Summit 2024 debate futuro do bitcoin. (Foto: Divulgação/Freepik)

Durante o painel “Bitcoin’s revenge: is web3 making a comeback?” no Web Summit Rio, o fundador da Animoca Brands, Yat Siu, expressou confiança no potencial do Bitcoin de ultrapassar a marca de US$ 1 milhão. “O Bitcoin não é apenas um ativo de valor, mas está se tornando um símbolo de status na economia digital”, explicou Siu.

A perspectiva de Monica Long sobre criptomoedas

Juntamente com Siu, Monica Long, presidente da Ripple, participou do debate, ressaltando que o desenvolvimento do mercado cripto é mais crucial que as flutuações de preço do Bitcoin. Long enfatizou a importância da utilidade real das criptomoedas para garantir valor de longo prazo e estabilidade no mercado.

Futuro do bitcoin: elogios ao ambiente cripto do Brasil

Long também elogiou o progresso do Brasil na adoção de cripto, destacando o ambiente regulatório claro do Banco Central e o envolvimento de instituições financeiras tradicionais como o Itaú no setor. “O Brasil é um modelo de como a criptomoeda pode ser integrada de maneira eficaz”, acrescentou.

conteúdo patrocinado

Outros destaques: a transformação impulsionada pela IA

O Web Summit não apenas focou em criptomoedas, mas também explorou a influência da inteligência artificial (IA) nos negócios. Com mais de 600 palestras programadas, o evento abordou temas como a prevenção de fraudes e a inovação em marketing através da IA.

Luiza Trajano, da Magazine Luiza, discutiu como a IA pode transformar carreiras, enquanto Fernando Freitas, do Bradesco, comentou sobre o impacto revolucionário do ChatGPT. “A IA generativa está tornando o acesso à tecnologia mais democrático”, disse Freitas.

Novas experiências em museus

Já pensou a respeito de um Museu Insone que estende suas atividades pela noite afora? Ou visitar um Museu das Sensações, onde os visitantes podem vivenciar experiências sinestésicas? Essas propostas estão entre as nove tendências emergentes para o futuro dos museus, identificadas em uma pesquisa conduzida pelo Instituto Oi Futuro em colaboração com o Grupo Consumoteca. O estudo contou com a contribuição de especialistas de instituições culturais do Brasil e do mundo, e focou em examinar as mudanças e desafios enfrentados pelos museus na interação com seus públicos.

“Os museus estão se tornando espaços de discussão sobre o futuro e a integração com a comunidade”, afirmou Carla Uller do Oi Futuro.

Para além do futuro do bitcoin ou experiências imersivas, o Web Summit Rio 2024, que continua até hoje, quinta-feira (18), é uma vitrine das mais recentes tendências em tecnologia, criptomoedas e inteligência artificial, enfatizando a posição do Brasil como um líder em inovação tecnológica.

Leia mais:

Criptomoedas tem aumento nas transações da América Latina

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado