Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ex-BBB e economista, Gil do Vigor fala sobre educação financeira

Gil do Vigor ensina como investir. (Foto: Divulgação/Gil do Vigor)
Gil do Vigor ensina como investir. (Foto: Divulgação/Gil do Vigor)

Gilberto José Nogueira Junior, popularmente conhecido como Gil do Vigor, emergiu da edição de 2021 do Big Brother Brasil (BBB) não apenas como um participante memorável, mas também como um profissional multifacetado no campo da economia. Apesar de não ter conquistado o prêmio de R$ 1,5 milhão, sua trajetória pós-BBB foi marcada por significativas conquistas financeiras e acadêmicas.

Investimentos e a jornada pós-BBB

Após o programa, Gil do Vigor acumulou um patrimônio que supera o prêmio do reality show, alcançando mais de R$ 15 milhões aos 30 anos. Ele atribui seu sucesso financeiro ao aproveitamento das oportunidades de exposição mediática e a uma sólida gestão de investimentos, focando principalmente em aplicações de renda fixa. Sua estratégia de diversificação e uso inteligente dos juros compostos foram fundamentais nesse processo.

Educação financeira com Gil do Vigor

Atualmente doutorando em economia, Gil do Vigor utiliza sua visibilidade para promover a educação financeira. Com um segmento no programa “Mais Você”, ele discute temas financeiros de forma acessível, especialmente voltada para aqueles com menor renda. Além disso, ele produz conteúdo educativo gratuito nas redes sociais, onde possui mais de 14 milhões de seguidores.

conteúdo patrocinado

A importância da consciência financeira

Para Gil, a verdadeira riqueza vem do conhecimento. Ele enfatiza que entender como gerir o dinheiro é mais crucial do que a quantidade possuída. Essa filosofia é compartilhada em suas sessões educativas, onde ele ensina técnicas de investimento e manejo financeiro, mostrando como qualquer pessoa pode começar a investir, independentemente do montante disponível.

Sonhos realizados

Além de seu papel como educador financeiro, Gil do Vigor sonha em influenciar positivamente a política econômica do país, embora tenha se afastado do antigo sonho de presidir o Banco Central. Sua vida pessoal e profissional hoje reflete seus valores: uma nova casa em Jaboatão dos Guararapes e projetos contínuos que focam no poder da educação.

Reflexões sobre a realidade econômica e social

Gil reflete sobre a realidade de quem vem de condições menos favorecidas e como isso molda a percepção e a gestão do dinheiro. Ele debate também a política monetária atual, apesar de reconhecer que seu foco está mais voltado para o seu doutorado e para os impactos sociais de sua pesquisa.

“Fiz o meu perfil de investidor e deu que sou conservador. Na verdade, sou muito conservador. Meus investimentos estão distribuídos em renda fixa, como CDB [Certificado de Depósito Bancário] e títulos do Tesouro. Diversifiquei bastante, afinal não dá para colocar os ovos todos numa cesta, porque a cesta cai, quebra os ovos”, finaliza o economista.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado