Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Gestora imobiliária capta R$ 220 Milhões em fundo: conheça o patrimônio total

VBI Real Estate expande patrimônio. (Foto: Jason Dent/Unsplash)
VBI Real Estate expande patrimônio. (Foto: Jason Dent/Unsplash)

A VBI Real Estate, com o apoio do Pátria Investimentos como sócio e cerca de R$ 10 bilhões sob gestão, concluiu com sucesso a quinta emissão do seu fundo logístico LVBI11, arrecadando cerca de R$ 220 milhões. Este montante faz parte de uma série de captações realizadas pela gestora este ano, totalizando mais de R$ 1,5 bilhão para diversos fundos, incluindo R$ 545 milhões para um fundo de lajes corporativas.

Crescimento do patrimônio do fundo

Com a recente captação, o FII VBI Logístico agora ostenta um patrimônio líquido de aproximadamente R$ 1,9 bilhão. O fundo projeta um rendimento mensal esperado de R$ 0,90 por cota e um dividend yield estimado em 9,2% para o primeiro ano.

VBI Real Estate: expansão e aquisições

A gestora utilizou parte dos recursos captados para expandir seu portfólio, incluindo aquisições de imóveis corporativos AAA em São Paulo. Duas compras foram realizadas recentemente: partes dos edifícios Vera Cruz II e The One, com investimentos de R$ 293,8 milhões e R$ 197,5 milhões, respectivamente.

conteúdo patrocinado

Planos de investimento

Os fundos arrecadados também visam a desalavancagem do fundo através do pré-pagamento de certificados de recebíveis imobiliários (CRIs), e expansão de ativos específicos como o de Pirituba, que deve adicionar até 7.098 m² de área bruta locável, projetando um yield de desenvolvimento de 12,9% ao ano.

Visão de mercado

Rodrigo Abbud, sócio fundador da VBI Real Estate, vê o momento atual como ideal para investir em ativos de alto valor. Ele destaca que os custos para construir um novo edifício corporativo AAA têm aumentado, o que valoriza ainda mais as propriedades existentes em regiões estratégicas.

Com a economia mostrando sinais de recuperação, Abbud antecipa uma correção nos aluguéis dos escritórios premium, que estavam deprimidos desde a pandemia. Esta expectativa se alinha com a projeção de uma recuperação no valor dos ativos devido ao aumento da demanda e ajustes nos preços de aluguel.

Conflito de interesses na gestão de fundos

A gestora de investimentos Quasar Asset Management acusou nesta terça (23) a Capitânia Investimentos e a VBI Real Estate de possível conflito de interesses. A Quasar notificou extrajudicialmente ambas as gestoras para esclarecer as circunstâncias em torno da proposta de substituição da gestão do Quasar Agro Fundo de Investimento Imobiliário. A preocupação da Quasar gira em torno da falta de transparência e potenciais irregularidades no processo de mudança de gestão.

Reações e reivindicações

A Quasar, que pertence à Reag Investimentos, expressou sua preocupação através de uma notificação detalhada, solicitando esclarecimentos dentro de um prazo de três dias. A gestora enfatizou a necessidade de respostas para evitar prejuízos ao fundo, seus cotistas e à própria Quasar. A disputa destaca as tensões subjacentes entre grandes jogadores do setor financeiro, onde a VBI e a Capitânia são vistas como possíveis colaboradoras em uma alteração que poderia não estar alinhada com os interesses de todos os investidores.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado