Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Mercado Financeiro: Dólar e Euro sobem, Bitcoin cai

Dólar - Mercado Financeiro
(Imagem: David McBee / Pexels)

No cenário do mercado financeiro desta sexta-feira (10), uma série de movimentações foi observada, com altas e quedas. O Dólar Comercial, por exemplo, apresentou uma alta de 0,29%, atingindo o valor de R$ 5,157. O Euro também teve uma aumento de 0,2%, encerrando o dia com R$ 5,555.

Além dessas oscilações no mercado financeiro, outras moedas também mostraram variações relevantes: o Dólar Turismo cresceu 0,08%, encerrando a sessão a R$ 5,366 a Libra Esterlina teve uma valorização de 0,38%, sendo negociada a R$ 6,463; e o Peso Argentino subiu 0,21%, fechando em R$ 0,006. Por fim, o Bitcoin teve uma queda de 2,47%, encerrando o dia com o valor de R$ 315.500,000.

Ibovespa – B3

O Ibovespa encerrou o dia em baixa, influenciado pelo pessimismo do mercado após a divulgação dos dados do IPCA nesta manhã. Adicionalmente, o desempenho das ações da Vale (VALE3) e da Petrobras (PETR3; PETR4) não contribuiu para uma recuperação do índice. O Ibovespa fechou com queda de 0,46%, atingindo 127.599,57 pontos e encerrando a semana com uma perda acumulada de 0,70%.

conteúdo patrocinado

Mercado de Ações 

+ ALTAS 
Empresa Código Variação Preço (R$)
Méliuz CASH3.SA +3,83% R$ 4,88
Alpargatas ALPA4.SA +3,31% R$ 10,29
Rumo RAIL3.SA +2,54% R$ 20,98
Gol Linhas Aéreas GOLL4.SA +2,42% R$ 1,27
Banco do Brasil BBAS3.SA +1,77% R$ 27,62
+ BAIXAS 
Empresa Código Variação Preço (R$)
Magazine Luiza MGLU3.SA -7,78% R$ 1,54
Petz PETZ3.SA -5,24% R$ 4,52
Localiza RENT3.SA -5,15% R$ 47,00
Positivo Tecnologia POSI3.SA -4,98% R$ 9,15
Cogna Educação COGN3.SA -4,61% R$ 2,07
+ NEGOCIADAS 
Empresa Código Variação Preço (R$)
Magazine Luiza MGLU3.SA -7,78% R$ 1,54
B3 – Brasil Bolsa Balcão B3SA3.SA -2,41% R$ 10,94
Hapvida HAPV3.SA -1,22% R$ 4,05
Banco Bradesco BBDC4.SA -0,59% R$ 13,37
Cogna Educação COGN3.SA -4,61% R$ 2,07

Principais do Dia – Economic News Brasil

Copom: redução da Selic gera instabilidade no dólar e na bolsa

A divisão no Comitê de Política Monetária (Copom) sobre o ritmo de cortes na taxa Selic gerou instabilidade no mercado financeiro, impactando o dólar e a bolsa. Na quinta-feira (9), o dólar comercial fechou em alta, sendo vendido a R$ 5,142, um aumento de R$ 0,075 (+1,01%). A moeda chegou a atingir R$ 5,17, mas desacelerou perto do fim das negociações. Apesar da valorização, acumula uma queda de 0,95% em maio, mas uma alta de 5,96% em 2024.

IPCA sobe 0,38% em abril, superando projeções do mercado

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do Brasil, acelerou para 0,38% em abril, após subir 0,16% em março. O valor supera a média das projeções das 40 instituições financeiras e consultorias ouvidas pelo Valor Data, que estimavam um aumento de 0,35%. No entanto, é a menor taxa para abril desde 2021, quando o índice foi de 0,31%. As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

B3 registra lucro líquido recorrente de R$ 1,13 bi no 1º trimestre

A B3 (B3SA3), a principal bolsa de valores do Brasil, apresentou um lucro líquido recorrente de R$ 1,13 bilhão no primeiro trimestre de 2024. Então, é uma queda de 7,1% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando havia registrado R$ 1,216 bilhão.

Banco Central do Peru reduz juros para 5,75%

O Banco Central do Peru reduziu a taxa básica de juros em 25 pontos-base, fixando-a em 5,75%. A decisão, divulgada na quinta-feira (9), marca a segunda redução consecutiva, mantendo o ritmo do mês anterior. A instituição, no entanto, não se comprometeu com novos cortes, destacando que futuros ajustes dependerão dos dados da inflação e outros fatores.

Herdeiros do fundador da Casas Bahia disputam fortuna na Justiça

Dez anos após a morte do fundador da Casas Bahia (BHIA3), Samuel Klein, seus três filhos ainda travam uma batalha judicial pela divisão da herança. Portanto, o processo de inventário, que envolve Michael, Saul e Eva, permanece estagnado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), aguardando uma decisão sobre a inclusão de herdeiros, e está marcado por questionamentos quanto ao valor real do patrimônio deixado pelo “rei do varejo”.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado