Presidente da FIEC apresenta projetos desenvolvidos pela Federação a grupos empresariais

O Hidrogênio Verde é obtido a partir de fontes renováveis, como a energia eólica e a energia solar, sem a emissão de carbono, através da eletrólise, sendo prática sustentável e já adotada em vários países do mundo. 
O Hidrogênio Verde é obtido a partir de fontes renováveis, como a energia eólica e a energia solar, sem a emissão de carbono, através da eletrólise, sendo prática sustentável e já adotada em vários países do mundo. 

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, apresentou a grupos empresariais projetos que são desenvolvidos pela própria FIEC, durante um encontro ocorrido na semana passada. Entre os projetos estão o Hub do Hidrogênio Verde (H2V) e o Observatório da Indústria.

Na apresentação, Ricardo Cavalcante informou que o Hub do Hidrogênio Verde se apresenta como uma oportunidade única que vai mudar o PIB do Ceará de forma sustentável, e o Observatório da Indústria está entre os melhores centros de dados do país. “Nele, estamos fazendo o estudo do Custo do Brasil para o Ministério da Economia e desenvolvendo projetos individualizados para grandes empresas do país. ”, afirmou o Presidente Ricardo Cavalcante.

Com o acordo de Paris, o H2V se tornou a principal fonte de energia para a promoção de descarbonização mundial, o que vem levando países e empresas a uma corrida para atender projetos sustentáveis ao redor do globo. O Ceará, por sua localização estratégica e suas potencialidades de criação de energia limpa, através de fontes solares e eólicas, é visto como uma das regiões mais promissoras para a produção do hidrogênio verde do planeta.

A FIEC, em conjunto com o Governo do Estado do Ceará, UFC e o CIPP, tem sido pioneira na implementação do projeto no estado. O Hidrogênio Verde é obtido a partir de fontes renováveis, como a energia eólica e a energia solar, sem a emissão de carbono, através da eletrólise, sendo prática sustentável e já adotada em vários países do mundo.

Esta tecnologia está baseada na geração de Hidrogênio — um combustível universal — por meio de um processo químico conhecido como eletrólise, que utiliza a corrente elétrica para separar o hidrogênio do oxigênio que existe na água. Por esta razão, se o H2V for obtido de fontes renováveis, a energia será produzida sem a emissão de dióxido de carbono na atmosfera.

Já o Observatório da Indústria, considerado um dos maiores centros de dados e tecnologia do tipo no país, tem se destacado pelos trabalhos desenvolvidos a grandes empresas nacionais, que conseguem, através de atendimento individualizado e rede de dados em tempo real, implementar políticas institucionais exitosas. Ele atua com tecnologia de ponta e inteligência artificial, possibilitando a construção de levantamentos e cruzamentos de dados, criação de cenários, acesso a informações estratégicas atualizadas 24h, trabalho de prospecção via algoritmos, previsibilidade de faturamentos, atração de investidores, entre outros.

Realiza ainda coleta, tratamento, produção e difusão de conhecimento especializado e da criação de ambientes capazes de fortalecer o empreendedorismo, a inovação e a sustentabilidade, permitindo a interação, aproveitamento de oportunidades e geração de negócios.

Acesse Canal Telegram.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado