Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ucrânia é o quarto país do mundo com maior adoção do Bitcoin, afirma especialista

Mineração de bitcoin
(Foto: Alesia Kozik/Pexels)

Criptoativos e economia descentralizada são alternativas em meio o conflito. 

O conflito entre Ucrânia e Rússia vêm impactando diretamente o mercado de criptoativos. Enquanto os russos sofrem sanções econômicas e os ucranianos estão impedidos de fazer saques em moedas estrangeiras, além de restrições à própria moeda local, as criptomoedas, especialmente o Bitcoin, estão sendo usadas como alternativas para a população.

“Os criptoativos e a economia descentralizada, ou seja, sem o controle das instituições governamentais, são alternativas ao sistema financeiro tradicional e podem ajudar na garantia do bem-estar e, neste caso, até na sobrevivência dos cidadãos”, explica Safiri Felix, diretor de Produtos e Parcerias da Transfero.

Publicidade

“A Ucrânia já tem um aspecto interessante, que é o fato de ser o quarto país do mundo com maior adoção do Bitcoin. Então o que nós estamos vendo é que os ucranianos estão procurando alternativas para fugir ou tentar proteger parte do seu patrimônio por meio das criptomoedas. Na prática, o Bitcoin está servindo para que as pessoas comuns possam se proteger nesse momento de instabilidade”, acrescenta Felix sobre a situação da população ucraniana

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado