Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Sistema Fecomércio e BNB debatem parcerias para beneficiar o comércio cearense

O Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio (Sesc Ceará) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac Ceará), recebeu uma comitiva do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para debater uma maior aproximação entre as instituições e como parcerias podem ajudar a alavancar o setor de comércio, serviços e turismo do Estado.

A comitiva da Fecomércio foi liderada pelo vice-presidente Luiz Fernando Bittencourt, que recebeu Haroldo Maia Júnior, diretor de Administração do BNB. “O Sistema Fecomércio está sempre em busca de parcerias que beneficiem o setor terciário. Mais que objetivo, temos isso como uma missão. Enxergamos o BNB como um dos grandes parceiros do empresário em todo o Nordeste, o que nos faz querer unir forças para tornar a vida dos nossos empreendedores um pouco mais fácil, ofertando soluções em conjunto”, destaca Luiz Fernando.

“Trata-se de um início de conhecimento mútuo entre as duas instituições e a clareza de que há uma grande afinidade entre as perspectivas da Fecomércio, no fortalecimento da cadeia do varejo, e as perspectivas do BNB, na busca do desenvolvimento do Nordeste, na totalidade e, mais especificamente, do Ceará. Há uma boa vontade das duas instituições em desenvolver realizações, além de confiança mútua entre BNB e Fecomércio”, afirma Henrique Javi, diretor-regional do Sesc Ceará, um dos participantes da reunião.

conteúdo patrocinado

A economia na pós-pandemia também foi pauta. Recentemente, os números positivos do último trimestre, no Ceará, apontam para retomada dos negócios neste segundo semestre, como, por exemplo, o Produto Interno Bruno (PIB). O índice bateu 1,96%, puxado pelo setor de serviços, segundo o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

“O Sistema Fecomércio tem uma grande quantidade de parceiros e nessa aproximação, entre o BNB e a Federação, podemos entender quais são as necessidades daqueles que são atendidos pelo Sistema. O comércio está retornando com força, depois da pandemia e, neste sentido, o banco apoia este cenário com ações que vão do microcrédito ao capital de giro, passando pelo crédito de longo prazo voltados aos comerciantes parceiros”, orienta Haroldo Maia Júnior.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado