Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Santander eleva preço-alvo para ações do IRB e mantém recomendação neutra: veja o que analistas dizem

Foto: Divulgação

Os analistas do Santander aumentaram suas expectativas para as ações do IRB (IRBR3), subindo o preço-alvo de R$ 24 para R$ 43, um aumento impressionante de 79%. A nova cotação representa um potencial de valorização de 12% em relação ao fechamento dos papéis na última terça-feira (20).

Os papéis da resseguradora estavam em alta nesta quarta (21), subindo 1,59% às 11h20 (horário de Brasília), negociados a R$ 39,00. Os ativos já apresentavam um sólido crescimento acumulado de 49% desde o início do ano.

Segundo os analistas Henrique Navarro, Arnon Shirazi e Anahy Rios, responsáveis pelo relatório, a revisão foi motivada pela recente lucratividade da empresa. “Estamos revisando nossas estimativas para o IRB, uma vez que a empresa obteve lucro no 1T23, e para incorporar uma sinistralidade melhor e premissas de crescimento de prêmios mais conservadoras em nosso modelo”, relataram.

Publicidade

O trio prevê um lucro líquido de R$ 142 milhões para o IRB em 2023, com um Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) de 3,5%. Ainda que este valor esteja abaixo da projeção ideal de ROE da empresa, de 13%, a estimativa do “novo normal” de ROE da resseguradora foi um dos principais motivadores para a elevação do preço-alvo – de 9% para 13%.

Apesar do otimismo em relação ao futuro da empresa, o Santander alerta para um possível obstáculo. “É importante ressaltar que, embora acreditemos que a empresa esteja passando por uma história de turnaround [reviravolta], vemos a probabilidade de um novo evento El Niño como uma ameaça potencial à recuperação da empresa, pois pode levar a um aumento da sinistralidade novamente”, analisam os profissionais do banco.

Os analistas concluem suas avaliações, alinhados ao consenso do mercado, mas salientam que sua projeção está abaixo da estimativa de lucro líquido da empresa, que seria derivada do consumo de créditos tributários.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado