Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Governo adia decisão sobre taxa de produtos online

Compras online
Foto: Nino Siebra

A cobrança da taxa de produtos online, inicialmente prevista para o final de 2023, foi adiada. O Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou a espera por decisões judiciais e legislativas como principal motivo para o atraso.

O governo opta por uma abordagem cautelosa, aguardando o desfecho de uma ação no Supremo Tribunal Federal e as discussões no Congresso. A controvérsia sobre o imposto de importação e o Remessa Conforme permanece em debate.

O Futuro do Remessa Conforme e a Receita Federal

Enquanto o governo aguarda, a Receita Federal analisa o comportamento das encomendas sob o programa Remessa Conforme. A definição de uma nova alíquota de imposto para compras internacionais está pendente, com estimativas atuais girando em torno de 28% mais ICMS.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Impacto no orçamento e medidas contra sonegação

O projeto de Orçamento de 2024 reflete as expectativas de receita adicional com a intensificação do combate à sonegação em comércio eletrônico. Este movimento é vital para a estratégia econômica do governo de zerar o déficit primário.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado