Forbes Agro100 revela os 10 líderes do agronegócio

Forbes Agro100 revela os 10 líderes do agronegócio
(Foto: James Baltz/Unsplash)

A revista Forbes, em sua 113ª edição, trouxe a público a lista Agro100 2023, revelando as maiores empresas do agronegócio. Este ranking, elaborado com a colaboração da S&P Global, destaca companhias líderes em receitas, tecnologia e mercado no Brasil.

Confira o top 10 do ranking Forbes Agro100:

10. BRF

Uma das maiores empresas de alimentos do mundo, a BRF registrou R$ 53,81 bilhões em receitas. É a maior exportadora de carne de frango do Brasil e investe continuamente em ações socioambientais.

9. Copersucar

Com R$ 70,14 bilhões em receita, a Copersucar é uma das principais cooperativas de empresas do Brasil, atuando fortemente no mercado de etanol e açúcar.

8. Bunge Alimentos

Focada em alimentos e bebidas, a Bunge faturou R$ 78,75 bilhões. A empresa é líder global em processamento de grãos e produção de alimentos, destacando-se por suas iniciativas sustentáveis.

7. Ambev

No setor de alimentos e bebidas, a Ambev, com receitas de R$ 79,71 bilhões, é conhecida por suas marcas de cerveja e pelo forte investimento em sustentabilidade e inovação agrícola.

6. Cargill Agrícola

Com uma receita de R$ 123,27 bilhões, a Cargill tem uma vasta operação no Brasil, com presença em 17 estados e quase 150 municípios. A empresa destaca-se em alimentos e bebidas e é uma das poucas controladas pela família fundadora.

5. Marfrig Global Foods

Especializada em proteína animal, principalmente bovina, a Marfrig teve receita de R$ 130,63 bilhões. Recentemente, passou a controlar a BRF S.A., aumentando significativamente sua escala e diversificação de proteínas.

4. Cosan

Atuando principalmente em agroenergia, a Cosan registrou uma receita de R$ 162,25 bilhões. Originária do setor sucroalcooleiro, hoje engloba um conglomerado de 22 empresas, incluindo a logística de açúcar e outros granéis sólidos.

3. Nestlé do Brasil

Gigante dos alimentos e bebidas, a Nestlé faturou R$ 179,52 bilhões. Com uma história que remonta a 1866, a empresa tem uma presença forte no Brasil com 31 unidades industriais. Recentemente, anunciou investimentos de R$ 2,7 bilhões no país para modernizar suas fábricas.

2. Raízen Energia

Uma das líderes em agroenergia, a Raízen, uma joint venture entre Shell e Cosan, faturou R$ 245,83 bilhões. Possui 35 unidades de produção e cultiva 1,3 milhão de hectares de cana-de-açúcar. Em 2022, anunciou investimentos significativos em etanol celulósico, um biocombustível sustentável.

1. JBS

Com uma receita de R$ 374,85 bilhões, a JBS é a líder no setor de proteína animal. Com 70 anos de história, tem uma presença global robusta com 270 mil funcionários e 400 unidades produtivas em mais de 20 países. Além de ser um gigante em carnes, a JBS anunciou recentemente a criação de seu Biotech Innovation Center, investindo R$ 300 milhões em Florianópolis.

Confira o ranking completo aqui.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado