Fortaleza: ponto central de nova rota submarina Brasil-Europa

(Foto: Brett Sayles/Pexels)
A Société Publique Locale pour l’Aménagement Numérique de la Guyane (SPLANG), parte integrante da Collectivité Territoriale de Guyane (CTG) e municípios da Guiana Francesa, anunciou um investimento na infraestrutura de telecomunicações. O projeto, em parceria com a EllaLink, consiste na construção de um ramal submarino de 2.100 km, integrando a Guiana Francesa a uma nova rota submarina de 8.000 km que conecta o Brasil à Europa, com um ponto de ancoragem em Fortaleza.

Inovação Tecnológica e Desenvolvimento

O novo cabo, construído pela Alcatel Submarine Networks, utilizará tecnologias ópticas de ponta, como uma unidade de ramificação ROADM WSS. Essa inovação permitirá uma conexão direta sem regeneração da Guiana Francesa para a Europa, com uma latência RTD inferior a 80 ms. A infraestrutura planejada não apenas conectará a Guiana Francesa a Fortaleza e à Europa, mas também pavimentará o caminho para futuras expansões, incluindo uma ligação direta com Belém, no Pará.

Guiana Francesa: Uma Região de Importância Estratégica

A Guiana Francesa, sendo uma das regiões mais afastadas da União Europeia e sede do Centro Espacial Europeu, enfrenta desafios de conectividade com a Europa. Este projeto, financiado pelo programa Connecting Europe Facility (CEF), visa mitigar essa desconexão, melhorando a infraestrutura de telecomunicações e reforçando a posição estratégica da Guiana Francesa.

Impacto Além de Cayenne

Além de conectar Cayenne, esta nova rota submarina posiciona a Guiana Francesa como um hub emergente de telecomunicações, atraindo fluxos de dados das Antilhas e da sub-região. O projeto alavancará a comunicação direta com a Europa, contornando a América do Norte, e beneficiará não só a Guiana Francesa, mas toda a região, incluindo o norte do Brasil.

Conexões Ampliadas e Futuro Digital

A SPLANG, estabelecida em 2014, tem promovido a implantação de infraestruturas digitais na região, incluindo redes de fibra e satélites. Esta nova conexão submarina é um passo adiante em seu compromisso de acelerar o desenvolvimento digital do território. A presidente da SPLANG, Marie-Lucienne Rattier, enfatizou a importância desse projeto para a soberania e crescimento econômico da Guiana Francesa.

Vincent Gatineau, VP da EllaLink, destacou o significado deste desenvolvimento para a missão da rede EllaLink, ressaltando a capacidade técnica de conectar territórios distantes e fortalecer a resiliência da infraestrutura da Guiana Francesa.

Um Salto para o Desenvolvimento Regional

Este projeto é um componente essencial do Programa Amazônia Integrada Sustentável (PAIS) e do Programa Norte Conectado no Brasil, interconectando cidades ao longo do rio Amazonas. A implantação deste cabo submarino até Belém potencializará a qualidade da conectividade regional, promoverá a redundância das redes de telecomunicações e favorecerá o crescimento econômico e a colaboração internacional.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado