PIB dos EUA tem alta de 3,3% e perspectivas do BCE e Fed

(Foto: Keenan Constance/Pexels)

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira (25/01) um crescimento de 3,3% no Produto Interno Bruto (PIB) para o quarto trimestre de 2023, superando as expectativas dos analistas. Além disso, este resultado positivo eleva a taxa anual de crescimento do PIB real dos EUA para 2,5% em 2023, marcando uma aceleração em comparação com o aumento de 1,9% observado em 2022. Consequentemente, este crescimento representa uma continuação da tendência de expansão observada ao longo do ano, com aumentos consistentes de 2,0% e 2,1% nos dois primeiros trimestres e um salto expressivo de 4,9% no terceiro trimestre.

Perspectivas Econômicas do BCE e Fed

Por outro lado, o Banco Central Europeu (BCE) e o Federal Reserve (Fed) dos EUA demonstram uma tendência de estabilidade econômica e controle eficaz da inflação. Igualmente importante, comentários recentes de Robert Schramm-Fuchs, Gestor de Portfólio de Ações Europeias, e Ashwin Alankar, Chefe de Alocação Global de Ativos, endossam esta visão. Ambos os especialistas destacam um cenário promissor para os mercados financeiros, sublinhando a importância de um controle eficaz da inflação.

Otimismo no Mercado de Ações 

Em relação ao mercado de ações, Robert Schramm-Fuchs, da Janus Henderson Investors, analisa a recente reunião do BCE, prevendo possíveis cortes nas taxas de juros em abril de 2024. Ele observa uma tendência de desaceleração na inflação anualizada da Zona do Euro, antecipando que a inflação deverá atingir a meta de 2% no segundo semestre de 2024. Paralelamente, Ashwin Alankar oferece uma perspectiva sobre o PIB americano, sugerindo um “pouso suave” na estratégia de combate à inflação.

Estratégias de Investimento Otimistas

Ademais, na coletiva de imprensa do Banco Central Europeu (BCE), a Presidente Christine Lagarde sinalizou a possibilidade de cortes nas taxas de juros já em abril. Schramm-Fuchs ressalta isso como um indicativo positivo para os mercados de ações, com foco particular em setores como tecnologia e semicondutores. Da mesma forma, Alankar interpreta a divulgação do PIB dos EUA como um reflexo da robustez do consumidor americano e um indicativo de sucesso na política monetária do Fed.

Estabilidade e Crescimento

Finalmente, essas análises econômicas indicam um cenário de estabilidade e crescimento contínuo em 2024, destacando as políticas eficazes do BCE e do Fed no controle da inflação e no suporte ao crescimento econômico sustentável.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado