Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Sudene e Tribunais de Contas contra desertificação

(Foto: Élvis Aleluia)

Uma nova iniciativa para combater a desertificação no semiárido foi lançada, com a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e tribunais de contas estaduais unindo forças. Esta parceria visa monitorar e implementar ações locais mais eficazes na região, conforme discutido em recente apresentação dos resultados da Auditoria Operacional Regional Coordenada.

Auditoria

Os estados do Nordeste, incluindo Paraíba, Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe, passaram por uma auditoria que revelou deficiências na implementação de políticas de combate à desertificação. Os achados indicam problemas na governança, monitoramento e avaliação de ações, bem como na aplicação de tecnologias sociais hídricas e na promoção da agricultura familiar.

Chamada para Ação Coordenada

O conselheiro do Tribunal de Contas da Paraíba, Fernando Catão, e o vice-presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco, Carlos Neves, destacaram a necessidade de uma ação governamental coordenada e pragmática. Eles enfatizaram a importância da Sudene nesse processo, dada sua capacidade de planejamento e execução.

conteúdo patrocinado

Sudene no Combate à Desertificação

Danilo Cabral, superintendente da Sudene, afirmou que o combate à desertificação deve ser uma agenda de estado, com ações concretas. A Sudene planeja apoiar atualizações dos planos estaduais e municipais de combate à desertificação, além de instalar comissões de monitoramento e auxiliar na captação de recursos.

Apoio e Planejamento

A equipe da Sudene, incluindo o diretor de planejamento Álvaro Ribeiro e o conselheiro do TCE-PE, Ranilson Ramos, juntamente com técnicos da autarquia e dos tribunais, estão comprometidos com esta causa, visando uma atuação conjunta para enfrentar os desafios impostos pela desertificação.

Esta colaboração marca um passo importante no combate à desertificação no Nordeste, buscando não apenas mitigar seus efeitos mas também promover uma gestão sustentável dos recursos naturais na região do semiárido, garantindo o bem-estar das gerações presentes e futuras.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado