Pesquisar
Close this search box.

Cat cafés: descubra a tendência de negócio que une café e felinos

cat cafés
(Foto: Reprodução/@gatchasp).

Em São Paulo, os cat cafés têm atraído não apenas amantes de café, mas também de felinos. Esses espaços oferecem uma combinação única de gastronomia e a oportunidade de passar tempo com gatos, muitos dos quais estão disponíveis para adoção. Alinhados às normativas da Anvisa, esses estabelecimentos separam cuidadosamente as áreas de alimentação das áreas destinadas aos animais, a fim de evitar qualquer risco de zoonoses.

A tradição dos cat cafés, que começou na Ásia devido à falta de espaço para pets em apartamentos pequenos, têm ganhado espaço na região Sudeste do Brasil, especialmente em São Paulo. Nesses locais, as normas são adaptadas para garantir o bem-estar tanto dos clientes quanto dos gatos.

Este conceito não é apenas uma novidade em São Paulo; o primeiro “cat café” do país abriu as portas em Sorocaba, em 2014, provando que a tendência tem raízes mais profundas.

Entre os cat cafés destacados em São Paulo, estão o Angry Cat na Liberdade, onde visitantes podem desfrutar de quitutes e interagir com gatos, e o Gateria na Vila Mariana, que oferece um ambiente especialmente projetado para os felinos e um menu variado para os clientes. O Gato Pingado em Pinheiros e o Mi&Mo no Paraíso também são conhecidos por suas ofertas culinárias e a oportunidade de conviver com gatos.

Os cat cafés não só fornecem um espaço para relaxamento e interação com animais, mas também desempenham um papel importante na sensibilização sobre a adoção de pets. O sucesso desses estabelecimentos reflete uma crescente apreciação pelos gatos e a busca por experiências de lazer que combinem amor pelos animais com o prazer de saborear um bom café. Conheça alguns dos “cat cafés”:

Angry Cat: uma experiência asiática

Localizado na Liberdade, o Angry Cat serve uma variedade de quitutes, como croissants e macarons, enquanto permite que os clientes interajam com gatos. A entrada custa R$ 10, oferecendo uma experiência acessível para quem deseja desfrutar de cafés, frapês e chás em companhia de felinos.

Gatcha: especialidades em matcha e gatos

O Gatcha é conhecido pelo seu menu focado em matcha e pela oportunidade de interagir com gatos. Situado na Galeria Metrópole, cobra R$ 25 por meia hora de convivência com os felinos, promovendo um ambiente tranquilo para os visitantes e os gatos residentes.

Gateria: conforto para gatos e visitantes

Na Vila Mariana, o Gateria destaca-se pelo seu espaço adaptado para os gatos, com mobiliário especial e teto retrátil. Os clientes podem passar 30 minutos com os gatos por R$ 19,70, desfrutando de um menu diversificado que inclui bebidas, salgados e doces.

Gato Pingado: observação e interação

O Gato Pingado em Pinheiros oferece a chance de observar gatos através de uma parede de vidro, com opções de adoção disponíveis. A visitação varia de R$ 12 a R$ 30, e o local também organiza atividades como ioga com gatos, além de oferecer uma área de coworking.

(Foto: Reprodução/@gatopingadocafe).
Mi&Mo: interação ao ar livre

O Mi&Mo, situado num charmoso sobrado no Paraíso, proporciona interação com cerca de dez gatinhos em um pátio a céu aberto. Com uma taxa de R$ 15 por meia hora, os visitantes podem desfrutar de cafés especiais e lanches, incluindo quitutes com temas felinos.

Os cat cafés não só fornecem um espaço para relaxamento e interação com animais, mas também desempenham um papel importante na sensibilização sobre a adoção de pets. O sucesso desses estabelecimentos reflete uma crescente apreciação pelos gatos e a busca por experiências de lazer que combinem amor pelos animais com o prazer de saborear um bom café.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado