Pesquisar
Close this search box.

Governo anuncia plano de R$ 10,6 bilhões para Porto de Santos

Governo anuncia plano de R$ 10,6 bilhões para Porto de Santos
(Foto: Divulgação/Santos).

O Governo Federal revelou um plano de investimento robusto destinado ao Porto de Santos, alcançando a cifra de R$ 10,64 bilhões. Este financiamento cobrirá o período de 2024 a 2028, englobando contribuições do governo federal, estadual e da esfera privada. Entre as iniciativas previstas, destaca-se a construção de um túnel subterrâneo ligando Santos ao Guarujá, projeto que absorverá aproximadamente R$ 5,8 bilhões do total investido.

Esta ação é parte de um conjunto de 12 projetos estratégicos para o porto, delineados pelo Ministério de Portos e Aeroportos junto à Autoridade Portuária de Santos (APS). O financiamento será distribuído entre R$ 6 bilhões do governo federal, R$ 3,6 bilhões do governo de São Paulo e R$ 1 bilhão de fontes privadas.

 

O ministro de Portos, Silvio Costa Filho, comentou sobre a dimensão do aporte financeiro, contrastando-o com os R$ 71,78 milhões direcionados ao porto no ciclo anterior, entre 2019 e 2023. “É uma demonstração clara de que o atual governo prioriza o Porto de Santos”, disse Costa Filho, apontando um aumento substancial nos recursos alocados.

Uma fração considerável dos recursos federais virá do Orçamento Geral da União e do caixa da APS, que atualmente conta com cerca de R$ 2,8 bilhões. O projeto do túnel subterrâneo, em particular, terá seu custo dividido entre os governos federal e estadual, com uma contribuição de São Paulo, no valor de R$ 3 bilhões.

Além do túnel, o plano inclui a transferência do terminal de passageiros para a área do Valongo, um investimento de R$ 1,4 bilhão, e a ampliação da Ferrovia Interna do Porto de Santos (FIPS), com previsão de R$ 1 bilhão em aportes. Estas iniciativas, entre outras, têm o potencial de ampliar a capacidade do porto e de promover o turismo na região.

A dragagem do canal do porto para alcançar 16 metros de profundidade também está prevista, representando um investimento de R$ 324,1 milhões. O ministro Costa Filho mencionou ainda uma Parceria Público-Privada (PPP) para futuras expansões, visando alcançar 17 metros de profundidade, com um investimento estimado em até R$ 6 bilhões.

O plano de investimentos não se limita à infraestrutura portuária, estendendo-se para melhorias na mobilidade e no turismo na região de Santos, com o governo de São Paulo contribuindo com recursos adicionais para projetos estratégicos e a expansão do aeroporto do Guarujá.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado