Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Aumento nos pedidos de recuperação judicial em fevereiro

Economia - IPCA - dividas
(Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O cenário econômico brasileiro enfrentou um aumento nos pedidos de recuperação judicial no mês de fevereiro, conforme aponta um estudo recente da Serasa Experian. De acordo com os dados levantados, houve um total de 169 solicitações. Um aumento de 64,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em comparação com janeiro do mesmo ano, o aumento foi de 13,4%.

A análise detalhada revela que esse aumento foi especialmente impulsionado pelo segmento de micro e pequenas empresas, as quais representaram 59 dos pedidos registrados. Por outro lado, as companhias de médio e grande porte protocolaram 35 e 9 requisições, respectivamente.

O estudo também destaca que o setor de serviços foi o mais afetado, seguindo a tendência observada no mês anterior. Com um total de 66 pedidos em fevereiro, o setor dobrou o número de solicitações em comparação com o mesmo período do ano anterior.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, oferece insights sobre os motivos por trás desse aumento nos pedidos de recuperação judicial. Ele aponta os juros elevados e a crescente inadimplência tanto de empresas quanto de consumidores como os principais fatores que contribuíram para essa tendência preocupante.

No início do ano, a Serasa registrou um total de 6,7 milhões de CNPJs com dívidas pendentes no Brasil, totalizando um valor de R$ 127,8 bilhões. Rabi ressalta que, apesar das melhorias recentes, como a queda nas taxas de juros e na inflação, é necessário primeiro reduzir a inadimplência antes de esperar uma diminuição nos pedidos de recuperação judicial. Ele prevê que uma melhoria só será perceptível a partir do segundo semestre deste ano.

Falência em fevereiro

Enquanto os pedidos de recuperação judicial dispararam, os pedidos de falência registraram uma ligeira queda de 7% em fevereiro, em comparação com o mesmo período do ano anterior. O estudo da Serasa Experian revelou um total de 80 registros este ano, em comparação com os 86 do ano anterior.

Em relação aos dados mensais, embora tenha havido uma redução na taxa de aceleração, ainda houve um aumento de 15,9% em comparação com janeiro. Assim como nos pedidos de recuperação judicial, as micro e pequenas empresas lideraram os pedidos de falência, totalizando 44 solicitações neste segmento.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado