Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Confiança no Comércio atinge 95,5 pontos em abril, diz FGV

setor do comércio
(Foto: Anna Dziubinska/Unsplash)

A confiança do Comércio aumentou 5,1 pontos  em abril, com o Índice de Confiança do Comércio (ICOM) alcançando 95,5 pontos, o maior nível registrado desde setembro de 2022. De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), essa elevação contínua, que já dura cinco meses consecutivos em médias móveis trimestrais, reflete uma tendência de melhoria no setor.

Evolução positiva nos principais segmentos

A economista do FGV/Ibre, Geórgia Veloso, destacou que a ascensão no índice foi influenciada pela melhoria em cinco dos seis principais segmentos do comércio. Esse avanço indica um cenário mais favorável após períodos desafiadores, especialmente notável no indicador que mede o volume de demanda, que se aproxima do nível de neutralidade.

Impacto das condições econômicas melhoradas

Embora o cenário para uma recuperação sustentada nos próximos meses permaneça incerto, as notícias favoráveis sobre o aumento do rendimento da população e da confiança dos consumidores trazem um tom otimista ao setor”, avaliou o economista da FGV/Ibre.

conteúdo patrocinado

Indicadores de expectativa e situação atual fortalecidos

O Índice de Expectativas (IE-COM) viu uma elevação positiva, com suas componentes de perspectivas de vendas nos próximos três meses aumentando 5,5 pontos, para 92,5 pontos e as expectativas sobre a tendência dos negócios nos próximos seis meses avançaram em 3,5 pontos, para 93,4 pontos.

Da mesma forma, o Índice de Situação Atual (ISA-COM) avançou 5,5 pontos, para 98,5 pontos, também com resultados positivos em ambos os indicadores que o compõem: o indicador que avalia o volume de demanda atual subiu 5,4 pontos, para 99,1 pontos, maior nível desde junho de 2022 (100,2 pontos), e as avaliações sobre a situação atual dos negócios variaram positivamente pelo terceiro mês consecutivo, agora em 5,3 pontos, para 97,8 pontos.

Serviços em queda

A confiança no setor de serviços no Brasil experimentou uma queda em abril, alcançando 94,8 pontos, conforme apurado pelo Índice de Confiança de Serviços (ICS) do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre). Esta redução de 1,0 ponto não conseguiu manter a alta vista no mês anterior, indicando uma perda de dinamismo no setor.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado