Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Grupo Dia é vendido no Brasil por simbólicos 100 euros

Venda completa de operações anunciada

Grupo Dia deve apresentar plano de recuperação judicial até segunda
(Foto: Divulgação/Grupo Dia).

O Grupo Dia, renomada rede de supermercados espanhola, finalizou a venda de 100% do capital do Dia Brasil por um preço simbólico, como anunciado nesta sexta-feira (31). O valor acordado para a venda foi de 100 euros (equivalente a R$ 569). Ademais, um cliente da MAM Asset Management, do Banco Master, realizou a transação através de um fundo exclusivo. Ainda assim, o Banco Master, ao ser consultado sobre o negócio, optou por manter em sigilo a identidade do comprador.

Esta operação sinaliza o desinvestimento total do Grupo Dia no Brasil, orientando suas atenções para mercados com maior rentabilidade, como Espanha e Argentina. Portanto, permanece uma incerteza sobre o futuro das lojas Dia Brasil que continuam operando, inclusive se manterão ou não o mesmo nome.

 

Publicidade

Contexto da venda

Anteriormente, a venda ocorreu depois que o grupo entrou com um pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça de São Paulo e anunciou o fechamento de 343 lojas no país, diante de uma dívida que ultrapassa R$ 1 bilhão, sendo R$ 268 milhões apenas de dívidas bancárias.

Por outro lado, o objetivo da recuperação judicial é enfrentar os desafios econômicos no Brasil. “Face aos resultados negativos persistentes, optamos por fechar 343 lojas e três Centros de Distribuição para buscar estabilizar a operação enquanto esperamos novas decisões estratégicas”, informou a empresa por meio de uma nota oficial.

Investimentos

Desde a sua chegada ao Brasil em 2001, o Grupo Dia realizou investimentos que, infelizmente, não renderam os retornos esperados. Adicionalmente, a empresa reportou, em fevereiro deste ano, um prejuízo anual de 30 milhões de euros, cerca de R$ 163 milhões, e em 2022, o prejuízo foi ainda mais substancial, alcançando 124 milhões de euros, equivalente a mais de R$ 673 milhões.

Enfim, o acordo também prevê um aporte de 39 milhões de euros e resultará num saldo contábil negativo de 30 milhões de euros devido ao pagamento de dívidas financeiras com garantia, 27 milhões de euros para ajustes de conversão cambial e 5 milhões de euros em despesas operacionais.

Expectativas

Com a conclusão da venda, o Grupo Dia limita suas responsabilidades no Brasil, voltando-se para mercados mais promissores. No entanto, a efetivação da venda ainda depende da aprovação das entidades financeiras do consórcio de bancos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado