Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire, morre aos 99 anos

(Foto: Berkshire Hathaway/Divulgação)

O executivo Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire Hathaway e conselheiro de longa data do bilionário Warren Buffett, faleceu na Califórnia. Conhecido por sua sabedoria e influência no mundo dos negócios, Munger, nascido em 1924, teve uma carreira distinta, marcando profundamente a trajetória da Berkshire Hathaway.

Munger, que serviu no Exército dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, se formou em Direito por Harvard com menção honrosa em 1948. Ele se mudou para a Califórnia, onde teve uma carreira de sucesso no Direito Imobiliário.

“Trabalhei Pela Experiência, Não Por Dinheiro”, Charlie Munger

Munger conheceu Buffett em 1959 e tornou-se um influente vice-presidente da Berkshire Hathaway em 1978, desempenhando um papel crucial no crescimento e sucesso do conglomerado. Sua parceria com Buffett é vista como um dos grandes exemplos de colaboração no mundo dos negócios.

A família de Munger confirmou que ele faleceu “pacificamente” aos 99 anos, nesta terça-feira 28/11, em um hospital da Califórnia. Em um comunicado, Buffett expressou profundo respeito e gratidão pela contribuição de Munger, destacando que a Berkshire Hathaway não teria alcançado seu prestígio atual sem sua inspiração e sabedoria.

Como vice-presidente da Berkshire Hathaway Inc, Charlie Munger acumulou um patrimônio líquido estimado em cerca de US$ 2,3 bilhões até o ano de 2023. Embora os detalhes de seu salário não sejam publicamente conhecidos, a maior parte de sua fortuna é atribuída aos seus investimentos e participações em diversas empresas.

Filantrópia

Charlie Munger, ao longo de sua vida, participou de várias iniciativas filantrópicas. Ele financiou projetos educacionais e outras causas, seguindo a ideia de que quem alcança sucesso deve contribuir para o bem comum.

Entre suas doações, Munger destinou US$ 110 milhões à Universidade de Michigan para a construção de uma residência para estudantes de pós-graduação e bolsas de estudo. Além disso, doou US$ 43,5 milhões em ações da Berkshire Hathaway à Universidade de Stanford, visando a criação de um complexo habitacional para alunos de pós-graduação.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado