Natura superou o salário mínimo e adotou renda digna; entenda

natura renda digna
(Foto: Divulgação/Natura).

A multinacional de cosméticos Natura&Co, conhecida por marcas como Avon e Natura, tem adotado uma postura inovadora em relação à remuneração de seus funcionários. Recentemente, a empresa anunciou que todos os seus funcionários na América Latina agora recebem salários acima do mínimo, um marco significativo em seu compromisso com a dignidade humana e a sustentabilidade. Este avanço faz parte da Visão 2030 da empresa, uma estratégia de sustentabilidade lançada em 2020 e atualizada em 2023.

Gleycia Leite, diretora de compensação, organização e gestão da Natura&Co, ressaltou a importância deste movimento. “Não estamos apenas falando de questões econômicas, mas também de Direitos Humanos,” disse ela à EXAME. Ela enfatizou que o objetivo é superar as desigualdades e promover um entendimento mais amplo sobre o tema.

Como é o cálculo da renda digna?

O conceito de renda digna adotado pela Natura&Co transcende a ideia de salário-mínimo. Baseia-se em uma pesquisa detalhada sobre o custo de vida, considerando necessidades essenciais como alimentação, saúde, educação e moradia, adaptadas à localidade de cada funcionário. Embora os valores exatos não sejam divulgados devido à LGPD, a renda digna implementada pela empresa é significativamente maior que o salário mínimo vigente, que é de R$ 1.412,00 no Brasil.

Além disso, a Natura&Co está comprometida com a igualdade de gênero no local de trabalho. A empresa já eliminou discrepâncias salariais entre homens e mulheres em funções equivalentes. Gleycia Leite citou a adoção de 15 variáveis para assegurar que homens e mulheres com desempenhos semelhantes recebam salários iguais.

A estratégia inclui também a promoção da diversidade racial. A Natura&Co tem como meta aumentar a representatividade de negros em cargos de gerência. Atualmente, eles ocupam 11,51% dessas posições, com o objetivo de atingir 25% até 2025 e 30% em 2030.

Natura&Co: uma presença global

A Natura&Co, presente em 18 países, com mais de 16 mil colaboradores e 4,1 milhões de consultoras e representantes, registrou uma receita líquida de R$ 36,3 bilhões em 2022. Este avanço salarial é um passo importante para a empresa, demonstrando seu compromisso com a dignidade humana e a sustentabilidade global.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado