Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Combate ao Câncer: prevenção é a chave contra a doença e economia

Foto: Divulgação SESC Ceará

Nesta segunda-feira, 27 de novembro, o Brasil observa o Dia Nacional de Combate ao Câncer, enfatizando a importância da prevenção contra essa enfermidade. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que cerca de 704 mil novos casos de câncer surjam entre 2023 e 2025. Para combater esta doença, exames periódicos e atenção constante à saúde são fundamentais.

A prevenção do câncer também tem um aspecto econômico significativo. A União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) calcula que investimentos de US$ 11,4 bilhões em medidas preventivas podem poupar até US$ 100 bilhões em tratamentos. Estes investimentos são cruciais para conter o avanço de tipos comuns de câncer no país, como pele não melanoma, mama, próstata, cólon e reto, pulmão e estômago.

Um estudo publicado no “Cancer Epidemiology” revela o impacto do câncer no mercado de trabalho. A pesquisa, que combinou dados com a última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), mostra que aproximadamente metade das mortes por câncer no Brasil afeta pessoas em idade produtiva. Este estudo avalia a perda potencial de anos produtivos, estimando uma redução de US$ 141,4 bilhões em produtividade entre 2001 e 2030.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Sesc Mulher

Nos casos de câncer entre mulheres, os mais impactantes economicamente são os de mama, com custos estimados em US$ 10 bilhões, seguido pelo câncer de colo do útero, com US$ 6,4 bilhões, e o câncer colorretal, avaliado em US$ 3,3 bilhões.

No Ceará, a iniciativa Sesc Saúde Mulher, uma unidade móvel, desempenha um papel crucial na luta contra o câncer de mama e de colo do útero. Esta iniciativa também visa promover a saúde geral e a prevenção de outras doenças por meio de ações educativas. Resultado de uma colaboração entre o Sesc e as administrações municipais, a unidade oferece serviços como mamografias e exames de Papanicolaou, fortalecendo assim o sistema de saúde local e expandindo o acesso das mulheres a esses exames essenciais.

Como funciona?

O equipamento da unidade móvel inclui um caminhão com instalações para exames preventivos, contando com uma sala de mamografia equipada com mamógrafo digital, espaço para análises clínicas e um negatoscópio, além de um banheiro. Existe também uma tenda externa destinada a atividades educacionais, que serve tanto para recepcionar os visitantes quanto como sala de espera. Essa abordagem marca um avanço importante na promoção da saúde da mulher e na prevenção de doenças, ao tornar exames cruciais mais acessíveis para o diagnóstico precoce de condições sérias.

Os procedimentos realizados na unidade são gratuitos e organizados pelos centros de saúde locais, que encaminham as pacientes para a Unidade Móvel. As mamografias são disponibilizadas para mulheres sem sintomas na faixa etária de 50 a 69 anos e também para aquelas acima de 35 anos com histórico familiar de câncer de mama.

Quanto ao exame de Papanicolau, indicado para mulheres entre 25 e 64 anos sexualmente ativas, as amostras são enviadas para análise ao Hospital de Câncer de Barretos (HCB-SP) e ao Instituto do Câncer do Ceará (ICC), ambos centros de referência em nível nacional e regional. Se forem detectadas anormalidades nos exames, o sistema de regulação do SUS é responsável por direcionar as pacientes a instituições especializadas, assegurando tratamento gratuito em Centros de Alta Complexidade em Oncologia.

Serviço

Sesc Saúde Mulher

Para informações, ligue: (85) 3464.9369

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado