Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Investimento bilionário irá impulsionar cacau sustentável em Rondônia

Projeto beneficia 10 municípios com agrofloresta

Investimento em cacau sustentável em Rondônia. (Foto: Rodrigo Flores/Unsplash)
Investimento em cacau sustentável em Rondônia. (Foto: Rodrigo Flores/Unsplash)

Como anunciado no dia 20 de maio, no evento Rondônia Rural Show Internacional, Rondônia receberá um investimento de R$ 33 milhões para produção sustentável de cacau. Este montante será destinado a sistemas agroflorestais, integrando o cultivo de cacau com outras culturas como banana e açaí, além de essências florestais.

Parceria estratégica

Nesse sentido, o projeto será viabilizado através de um contrato entre produtores, uma empresa privada e o Centro de Estudos Rioterra, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) facilitou o contato entre as partes envolvidas, segundo afirmou Sérgio Gonçalves, vice-governador e titular da Sedec.

A partir disso, as famílias de dez municípios serão beneficiadas: Ariquemes, Cacaulândia, Jaru, Mirante da Serra, Nova União, Ouro Preto do Oeste, Teixeirópolis, Theobroma, Urupá e Vale do Paraíso.

Publicidade

Investimento em cacau sustentável: recuperação e desenvolvimento

O projeto inclui, ainda, a recuperação de 600 hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e a aplicação dos recursos em 200 hectares no Sistema Agroflorestal (SAF). Este investimento em cacau sustentável visa, portanto, a produção integrada, garantindo um uso eficiente da terra e promovendo a conservação ambiental.

Histórico da produção de cacau

Além disso, até meados da última década, Rondônia era o terceiro maior produtor de cacau do Brasil, atrás de Pará e Bahia. No entanto, a área de cultivo caiu drasticamente entre 2013 e 2014, chegando a 7,5 mil hectares em 2022. Assim, nesse ano, Rondônia produziu 5 mil toneladas de cacau, menos de 2% da produção nacional.

Motivos da queda

A diminuição na produção deve-se a problemas climáticos, períodos de baixa remuneração e a atualização de dados estatísticos pelo IBGE. Nesse sentido, Aguinaldo Lima, consultor em agronegócios, explicou que a combinação de baixa tecnologia, produtividade e preços levou ao desestímulo e abandono.

Entretanto, nos últimos dois anos, a produção de cacau em Rondônia começou a se recuperar. Atualmente, cerca de 4,5 mil agricultores familiares estão envolvidos na cacauicultura no estado.

Agronegócio em expansão

Produção de café

Por outro lado, a produção de café em Rondônia tem crescido continuamente. Em 2024, a previsão é colher 3,196 milhões de sacas, segundo a Conab. Em 2023, Rondônia exportou 111,8 mil sacas de café verde, gerando US$ 17,6 milhões em receitas.

Produção de soja

Nesse mesmo contexto, a safra de soja de 2024 em Rondônia deve manter os bons resultados do ano anterior. Além disso, o governo estadual tem desenvolvido ações para fomentar o agronegócio, colocando Rondônia em pé de igualdade com regiões tradicionalmente agrícolas do país.

Leia também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado