Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Brasil supera EUA e se torna maior exportador de algodão do mundo

Algodão brasileiro tem como destinos China, Vietnã, Bangladesh, Turquia e Paquistão

Brasil maior exportador de algodão do mundo
(Foto: Trisha Downing/Unsplash).

O Brasil se tornou o maior exportador de algodão do mundo, ultrapassando os Estados Unidos. Este feito ocorreu durante a 75ª reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Algodão e seus Derivados, promovida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em Comandatuba, Bahia. Representantes da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea) estavam presentes no evento.

Produção e comercialização

Na conferência Anea Cotton Dinner, divulgaram que o Brasil colheu mais de 3,7 milhões de toneladas de algodão na safra 2023/2024. Portanto, este volume posicionou o país no cenário global. Alexandre Schenkel, presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), relatou que 60% desta produção já encontrou compradores. Ele enfatizou o contínuo aperfeiçoamento nos processos de produção que elevaram a qualidade e a eficiência do setor.

Mudança de papéis no mercado global

Miguel Faus, presidente da Anea, relembrou que, há cerca de duas décadas, o Brasil era um dos maiores importadores de algodão. O país se transformou num dos principais exportadores graças a investimentos substanciais em pesquisa e desenvolvimento científico. Essa transformação reflete a dedicação e o esforço conjunto dos produtores nacionais.

Publicidade

Conexões com a indústria têxtil

Os produtores de algodão e a indústria têxtil brasileira são dependentes uns dos outros para o sucesso do setor. Espera-se que o consumo de fios e algodão no Brasil aumente, passando de 750 mil toneladas para 1 milhão de toneladas anualmente. A Abrapa sublinhou a importância de iniciativas como a rede Sou de Algodão, que une produtores, universidades de moda e pesquisadores na busca pela excelência dos produtos finais.

Certificações

É importante destacar que cerca de 84% do algodão produzido no Brasil possui certificações socioambientais, reforçando o compromisso com práticas sustentáveis. Esses esforços são reconhecidos globalmente e elevam a confiança e a demanda pelo algodão brasileiro nos mercados internacionais.

 

Recuperação das exportações

Em primeiro lugar, a demanda crescente de países como Paquistão e Bangladesh beneficiou a retomada das exportações brasileiras. Esses mercados, que enfrentaram desafios financeiros no ciclo anterior, aumentaram suas importações após resolverem dificuldades com as cartas de crédito.

Além disso, o Brasil também celebra a aprovação sanitária pela Região Administrativa Especial de Hong Kong para a exportação de penas de aves, ampliando o mercado para produtos avícolas brasileiros. Em outras palavras, este anúncio que coloca o Brasil como maior exportador de algodão reflete a robustez do controle sanitário nacional e abre novas oportunidades para o agronegócio brasileiro no mercado internacional.

Fortalecimento das relações internacionais

Por fim, a abertura de um novo consulado-geral em Chengdu, China, simboliza o aprofundamento da cooperação bilateral e celebra o 50º aniversário das relações diplomáticas entre os dois países. Por conseguinte, este movimento reforça a presença brasileira na Ásia.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado